• Home
  • /
  • Category Archives: Crônicas - FORA DO PICADEIRO
Filósofo defende importância de ficar em silêncio

Filósofo defende importância de ficar em silêncio

  O pensador francês David Le Breton é doutor em Sociologia pela Universidade Paris VII e professor na Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Ciências Humanas Marc Bloch, de Estrasburgo e publicou recentemente um livro chamado Silêncio, louvor de andar e desaparecer de si mesmo: Uma tentação contemporânea, no qual, a fim de combatermos a…

Os cuidados que não tomamos ao julgar

Os cuidados que não tomamos ao julgar ou generalizar

   Tomemos muito cuidado ao julgar Ou generalizar realidades que não conhecemos   Temos um hábito recorrente, perigoso e sem sentido de julgarmos todos e todas as situações sem ao menos observarmos vários fatores. Sem ao menos nos aprofundar no assunto. De tudo entendemos, mas nada queremos pesquisar, estudar, ou mesmo interpretar os vários textos…

Questionar

Questionar tudo ao seu redor e questionar inclusive a si mesmo

  Questione.  Questionar para quem não tem respostas ou justificativas abre o precedente de chamar alguém de “chato”, afinal é muito mais fácil lidar com quem tudo aceita, com mais uma vaca de presépio   Questione  porquê pagamos tantos impostos e não cobramos nada em retorno. Questione porquê descontamos nossa frustração nos mais fracos através…

Aonde se esconderam as boas notícias

Aonde as boas notícias estão escondidas? Elas ainda existem?

  Aonde as boas notícias estão escondidas? Se é que ainda existem   Já parou para raciocinar no quanto somos bombardeados por más notícias? O quanto nosso dia é influenciados pelo medo propagado? Um pouco de “diversão” ao final do noticiário (qualquer um!) nos indica que nada daquele caos das 99 manchetes anteriores fez algum…

neandertal

O neandertal

  Muitos da minha geração se sentem assim, Muitos mesmo   Em certos momentos me acho jovem, mas na maior parte do tempo aceito que meus mais de quarenta anos me pegam pelo pé e pela memória quase que diariamente. No trabalho, por exemplo, fico me controlando para não citar algum exemplo ou situação que…

Cano de descarga

Cano de descarga

  O que leva uma pessoa a se expor publicando seus escritos?   Talvez a quase asfixiante necessidade de aprovação? Pessoas resolvidas? Não mesmo. Talvez seja o prazer, quase envergonhado, de saber que possa realmente se fazer entender através de algum meio. Muitas vezes ele se esconde nas palavras. Compreendê-los? Pouco provável que seja feito…

Mente vazia

Mente Vazia

  Estava longe do meu estado mental habitual. Me sentia finalmente relaxado e tomando conta unicamente de mim. Estranho sentimento levando-se em conta que me preocupo em demasia com os meus. Mais até do que comigo mesmo. Mas segui em frente sem entender como nunca havia conseguido ser assim. Sem pretensão alguma. Go with the…

Quebra cabeças

Quebra-cabeças

   Experiências ajudam a montar seu quebra cabeça, Quem você é e quem você descobre ser     Tenho 39 anos e carrego uma bagagem. Ou várias. Todas elas sempre estão comigo. Pesadas ou não, são minhas e nenhuma delas pode ser ignorada ou mesmo apagada, como se fossem peças de quebra-cabeças onde cada uma delas…

Moldado

Moldado

  O que você seria capaz de fazer para sustentar sua família? Quão longe iria para recuperar sua autoestima? O que você seria capaz de fazer para recuperar um amor perdido? Que penitência pagaria por seus pecados?   Se somos socialmente moldados por trocas e os interesses já são e estão enraizados em nossos hábitos…

aventureiros

Aventureiros

  É preciso muita coragem para publicar um livro   Diria que cada escritor seja um aventureiro, afinal ele não tem a certeza de que seus escritos sejam capazes de atrair a atenção de outra pessoa ou mesmo de passar alguma mensagem. Pelo menos eu sempre tive estas dúvidas. E muitas outras.   Machado de…

O dia que morri

  Naquela manhã pouca coisa me faria não agir mecanicamente no caminho ao trabalho. Mais um chuvoso dia do mês de agosto que ditava a monocromia de uma verdadeira e autêntica segunda-feira. Abrir olhos, levantar preguiçosamente, procurar os chinelos, lavar o rosto e finalmente tomar uma direção: chuveiro. Difícil levantar quando todos ainda dormem, mas…

Terno negro

  Não saberia hoje determinar a origem do que produzo. Apenas escrevo e perpetuo meu pensamento na esperança de que alguém, algum dia, em algum lugar se identifique com ele e pense: “Não sou o único!”. O par de asas criado a partir de várias ideias isoladas designa o quão longe se pode ir e sem…

Fragmentado

Fragmentado

    Por várias vezes me distraio comigo mesmo e nestes lapsos em que fujo da razão me esqueço das cicatrizes e cortes   Mesmo que curtos, eles tem sido cada vez mais frequentes. Porém, eu prefiro ser assim 24 horas por dia, Vivendo por dentro destes lapsos. Mas por determínio, sabe-se lá de quem,…

Picareta

Picareta

  Onde buscar inspiração? Como transformar transpiração em criação? Tem horas que nada sai…   Coço a cabeça, leio um jornal velho, folheio um livro mais velho ainda, vou da cozinha ao quarto dos fundos uma dezena de vezes sem me dar conta que com as janelas abertas algum vizinho poderia achar que estou pirando….

Raiva terminal

Raiva terminal

Ela já tinha avisado e só eu não percebi. Nunca a percebi. E hoje fico assustado com a quantidade de avisos. Discretos, como ela própria era. Mas eram avisos. Nítidos e notórios. Ela, talvez só precisasse que eu estivesse ali. E eu não estava. Nunca estive. Sequer percebi que não apareceria na foto. Nunca apareci…

Sabe?

Sabe?

  Por muitas vezes me vi sozinho e em muitas outras quis me deixar sozinho. Dói menos, sabe? Incomoda menos saber que não há ninguém por me esperar ou que tenha o poder de me magoar. Menos é mais, sabe? E aí que justamente nestes momentos de total convicção que o inesperado surge com a…

Filosofia de Ferris

  Hoje é sábado. Um lindo sábado de sol, daqueles que mesmo assim eu preferiria ficar em casa. Mas, não saberia dizer a razão, comecei meu dia com os ensinamentos no filme Curtindo a vida adoidado (lógico que eu sei que não foi o Matthew Broderick quem escreveu! dããããã) martelando minha cabeça. E compartilho com…

Sujeito offline

Sujeito offline

  Estas talvez sejam perguntas que muitas vezes não fazemos por preguiça E esta preguiça muitas vezes nos blinda e protege de nos compreender. Perguntas de tão simples que as ignoramos ou Fingimos que elas não existem, que nunca ocuparam espaço e que nunca sequer foram feitas   Em algum momento você se já se…

Infelizes pelo resto do tempo

  Há muito tempo que não se lembrava dela. Nem mesmo uma mórbida curiosidade tinha. Esquecido? Talvez. Até aquele momento. Memórias quase extintas apareceram por alguns momentos do nada. Realmente do nada. Sem um motivo qualquer ou mesmo uma dica. Típico de dias monótonos e corriqueiros. Dias irrelevantes levam a pensamentos desnecessários e num destes…

Armadilha controversa

Armadilha controversa

  Deixe me explicar   Talvez você se identifique com estes textos. Talvez até enxergue alguém conhecido neles. Talvez até te sirva como espelho Rogo apenas que ache neles, intrinsecamente, um sentido que seja único, direto e simplificado. O ali dito é o que você posteriormente entende. Sem muitas firulas. Só um pouco.   Escrito…

Querendo entrar

Querendo entrar

  Apenas caminhava despreocupadamente pelas areias da praia fazendo questão de deixar que cada grão passeasse por entre seus dedos e que levasse qualquer resquício da cidade grande para trás   Desviava das conchas e pedrinhas que seguem as ondas até ali serem depositadas. O cheiro de peixe o alegrava assim como a leveza no…

A próxima Charlottesville

  Charlottesville talvez seja apenas uma cidade com pouco mais de 45.000 habitantes que foi palco de repugnantes movimentos de extremistas racistas brancos nos EUA. Talvez tudo isso nos pareça distante, não apenas geograficamente, a ponto de acharmos aquela realidade também distante. Talvez você não ache nada demais que um grupo discurse e pratique ódio…

Dia dos Pais

  O que escrever sobre o dia dos pais sem parecer clichê? E isso em mais uma data comercialmente clichê… Não sou pai e na minha memória nunca celebrei este dia e como não foi algo que tenha perdido (já que nunca tive), sinceramente não sinto falta. Sem rancor ou tristeza encruada, não deixo de…

Deu branco

  Como lidar com o branco nas ideias? Querer escrever, mas não saber por onde começar.   Poderia falar da minha batalha com a balança, Mas não quero ser tão frívolo.   Poderia falar sobre política, Mas hoje não pretendo ler e tentar (democraticamente) compreender os “boçalmitas”.   Poderia descrever o quão agradável é ler…

Na livraria

  Entrou tentando disfarçar para onde ia realmente. Ajeitando o óculos de aro de  metal, caminhou pela sessão de filosofia contemporânea onde avistou Foucault e Baumann. Em seguida imaginou com qual intuito alguém compraria um estudo avançado sobre o Tratado de Tordesilhas. Passou batido pela sessão de História Medieval. Fingiu interesse em literatura israelense. Folheou…

Yoko não!!!

  Elvis realmente não morreu. Nem Jim Morrison. Quem realmente morreu foi Freddie Mercury. Este não teve jeito. Mas Sid Vicious e Keith Moon ainda estavam por ali acabando com a paciência do pessoal que foi retirado de circulação por necessidade política ou cansaço das obrigações que a fama traz. Todos com a ajuda do…

Distorcida e crua

  Se viu perambulando naquele final de tarde em busca de si mesmo. Aquele tal mesmo que ele jurava conhecer, mas a cada dia o surpreendia mais. Não se reconhecia mais. E nem queria isso. Não almejava mais isso. Procurava apenas ordenar as palavras e os pensamentos, mas insistentemente e inconscientemente os embaralhava como um…

Eu acho que…

  Opinião   Aquilo que hoje é normalmente compartilhado mesmo sem ser solicitado. Aquilo que hoje é normalmente compartilhado mesmo que não afete em nada o alvo. Aquilo que hoje é normalmente compartilhado e o alvo sequer sabe da existência dela. Aquilo que hoje é normalmente compartilhado como se fosse dada uma importância única a…

12