728 x 90
Tempo de Leitura: 2 minutos

Meu testamento

Meu testamento

Tá aí! Sem briga! Cada um pegue aquilo que for seu por direito E não me encham o saco! Deixo por aqui mesmo todos os defeitos que em mim sempre habitaram e que alguns carreguei com teimosia. Passo adiante toda minha curiosidade em ver o fim disso tudo, quero ver mais não! Liberto as poucas

Tempo de Leitura: 2 minutos

Tá aí! Sem briga!

Cada um pegue aquilo que for seu por direito

E não me encham o saco!

Deixo por aqui mesmo todos os defeitos que em mim sempre habitaram e que alguns carreguei com teimosia.

Passo adiante toda minha curiosidade em ver o fim disso tudo, quero ver mais não!

Liberto as poucas crenças que ainda insistem em surgir de vez em quando e que já me serviram de muletas.

Largo de mão e de vez todas as músicas que não tive paciência em ouvir até o final, o mesmo vale para os livros  que parei na metade.

Evoco todas as memórias ou marcas que deixei naqueles que cruzaram meu caminho. De preferência as positivas.

Desfaço a péssima impressão que causei em algumas pessoas. Principalmente a primeira impressão.

Nesse testamento que até pode demonstrar alguma ansiedade continuo:

Aos que direcionei minha raiva mais primitiva deixo minhas desculpas, caso queiram aceitar.

O meu arrependimento por todo o tempo que desperdicei com birras, brigas e babaquices.

Abandono para quem quiser todos meus medos mais escondidos. E se conselho vale de algo, evite pega-los.

Cesso e distribuo todas minhas manias mais esquisitas ou interessantes. Esquisitas e esquisitas mesmo. Nem queiram saber quais.

Cedo toda a esperança que me sustentou para quem o realmente fizer valer, assim como os sorrisos que sei que ainda estavam por aqui em algum lugar. 

E para finalizar:

Indico a quem tiver interesse parte do meu deboche ou fina ironia caso o destino seja o de algum amigo. Dividam em partes iguais, sem brigas por favor.

O mesmo não indico para minha pouca paciência. Essa se puderem cremem junto com a carcaça que se vai.

Peço que cuidem bem dos meus livros, escritos e convicções. Destes peço que sejam generosos e os mantenham vivos e em bom estado. Talvez sejam úteis a alguém.

Para aqueles a quem ditei regras inúteis e castradoras deixo o aprendizado mais importante da minha vida:

CADA UM QUE TOME CONTA DA SUA VIDA.


Nos siga também no Facebook e no Instagram!

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

2 Comentários

Sugestões de Leitura

Espaço Publicitário

Anuncie sua empresa conosco

Vale a Leitura!

  • Anuncie Aqui

    Anuncie sua Empresa Aqui