728 x 90
Tempo de Leitura: 2 minutos

Biscoito maisena com maionese!

Biscoito maisena com maionese!

Sugestão de música para a leitura: Felicidade por Marcelo Jeneci.   O que é felicidade? Em que lugar acho um pouco dela? Posso pedir em algum açougue ou bastaria procurar no espelho? Já disse em algum momento que sou um cara de hábitos simples e que forçosamente briga para não ser tão repetitivo e por

Tempo de Leitura: 2 minutos

Sugestão de música para a leitura: Felicidade por Marcelo Jeneci.

 

O que é felicidade?

Em que lugar acho um pouco dela?

Posso pedir em algum açougue ou bastaria procurar no espelho?

Já disse em algum momento que sou um cara de hábitos simples e que forçosamente briga para não ser tão repetitivo e por consequência, ser chamado de chato ou mesmo previsível.

Isso porque já o fui e hoje tenho aversão a esta impressão que sempre foi minha marca registrada.

E este mesmo cara (eu!) tem noção exata que a felicidade é e deve ser momentânea para que possamos percebê-la.

Para que possamos senti-la e percebê-la para que saibamos do que se trata.

Mesmo que a busquemos a todo momento quando poderíamos apenas esperar sua chegada de maneira natural.

Mas hoje, com a idade, me percebo feliz em pequenos momentos. 

Aqueles que pouco dava atenção. Ou nenhuma em determinado momento que vivi.

Tanto corria e não me percebia que não saberia dizer se estes momentos eram raros ou eu que não estava ali.

Fernando Pessoa dizia que ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história e consequentemente é saber falar de si mesmo e não ter medo dos próprios sentimentos.

Greg Graffin diz que não acha possível alguém ser feliz em um ambiente social como o que temos hoje.

E Schopenhauer disse que a felicidade depende mais do que temos nas nossas cabeças, do que nos nossos bolsos.

Buscamos sempre algo que não conseguimos definir.

Muitos outros não sabem nem o que é, já que não podemos agarrar ou mesmo guardar (a não ser na memória), mas todos sem exceção buscam mesmo sem saber qual caminho seguir.

Ou mesmo defini-la e daí, quem sabe identificá-la.

Seguindo a simplicidade que busco e hoje consigo perceber digo sem titubear que felicidade, para mim, é o que sinto quando como biscoito maisena com maionese.

Cada um com a sua loucura e com os seus gostos.


Nos siga também no Facebook e no Instagram!

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Sugestões de Leitura

Vale a Leitura!

Descomplica pós