728 x 90
Tempo de Leitura: 2 minutos

Namastê, caralho!

Namastê, caralho!

Ah! Você é colérico, né? É assim mesmo! Por isso você é nervosinho desse jeito… Certa vez ouvi isso de uma pessoa muito próxima e também de várias outras pessoas não tão próximas e menos polidas que ela. E de outras maneiras que também não eram muito polidas. Ação e reação, não é mesmo? Que

Tempo de Leitura: 2 minutos

Ah! Você é colérico, né? É assim mesmo! Por isso você é nervosinho desse jeito…

Certa vez ouvi isso de uma pessoa muito próxima e também de várias outras pessoas não tão próximas e menos polidas que ela.
E de outras maneiras que também não eram muito polidas.
Ação e reação, não é mesmo?
Que posso eu um errante ser humano com pouca paciência fazer?
No meu caso passei a brigar comigo mesmo para que não brigasse com os outros, porém não deu muito certo.
Afinal eu sempre perdia essa briga, mesmo quando ganhava.
Então em outro momento-chave procurei ajuda psicológica para entender essa voracidade que sempre esteve aqui dentro e que quando mais novo eu descontava em inafiançáveis tesouras-voadoras nos meus oponentes do futebol.
Eu levava a sério as peladas e as canelas dos atacantes eram provas em carne viva disso.
Nunca tive muita pena, sabe?
E nestas peladas de garoto consigo hoje perceber que ali ao menos eu conseguia extravasar toda essa ira.
Ou ímpeto se preferir.

E quando adulto?

Como disse acima, fiz terapia por mais de 10 anos!
O que me ajudou a direcionar toda essa “energia”, sendo que hoje utilizo também algumas técnicas de meditação que tem completado o serviço.
Um sem o outro não teria o mesmo efeito.
E por qual razão dei essa volta toda para dizer que estava aprendendo a meditar?
Sei lá, me pareceu conveniente me explicar e me defender primeiro, como sempre fiz de críticas que sequer sei se virão.
Assim como também não sei se lerão estas memórias de um tempo que logo faremos questão de esquecer ou fingir que não existiu.

Continuando e me desculpando pelas divagações (o ano tem sido complicado, né?), digo que a meditação teve efeito de uma maneira que eu tinha dúvidas que teria.
Meditar me coloca como um ser mais contemplativo, que observa o agora e o entorno.
E inclusive já tenho conseguido não pensar em nada enquanto medito!
Repito. Na meditação em alguns momentos (raros, eu assumo) consigo me concentrar em nada e ao mesmo tempo esse nada que eu juro conseguir (de vez em quando) me parece um TODO.
E essa mistura do NADA com o TODO me traz paz e relaxamento. Não é nada complicado. Quando pega o jeito deslancha.
Parece que nada importa e você vira passageiro dos seus pensamentos.
Em uma viagem sem cinto de segurança.
Chamam de meditação transcendental.
Experimente, eu indico.

Tá, eu sei que para quem tem filho fica difícil, eu sei disso.

Seus filhos não dormem, não?
Gzuis! Deve ser o cereal turbinado que você dá para eles. Leite de inhame faz isso?
Enfim, quando eles adormecerem coloque um fone de ouvido e…
Como você vai ouvir se as crianças acordarem?
Sei lá, oras.
Procure uma música para meditação no You Tube e…
Se tiver comercial durante a meditação pelo You Tube?
Não tinha pensado nisso… Já sei! Tenho uns mp3 de meditação se quiser te envio.
MP3 cacete, não lembra?
Você se deita, fecha os olhos e segue o que a moça do mp3 vai te dizer para fazer…
E se dormir?
Bem, se dormir aproveite para tirar o atraso do sono que todo pai e mãe têm, o que eu posso fazer?
Faça quando puder ou conseguir. Se conseguir. Ou se quiser.
Caso não consiga fique nervoso e tenso mesmo. Que posso fazer?
Dizem que chá de camomila com melissa ajuda.
Namastê, caralho!


Nos siga também no Facebook e no Instagram!

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Sugestões de Leitura

Vale a Leitura!

Descomplica pós