728 x 90
Tempo de leitura: < 1 minuto

Apreço pelo silêncio

Apreço pelo silêncio

Queria que meu apreço pelo silêncio fosse visto como qualidade e não como indício de depressão ou mesmo de isolamento gratuito   O silêncio hoje me fortalece e me dá mais espaço para pensar. Prezo o nada a dizer quando em um passado não muito distante eu falava mais do que sabia e exageradamente mais

Tempo de leitura: < 1 minuto
Queria que meu apreço pelo silêncio fosse visto como qualidade e não como indício de depressão ou mesmo de isolamento gratuito

 

O silêncio hoje me fortalece e me dá mais espaço para pensar.

Prezo o nada a dizer quando em um passado não muito distante eu falava mais do que sabia e exageradamente mais do que deveria.

Hoje me resguardo o direito de pedir e honrar meu silêncio e por isso não acho justo falar unicamente o necessário e ser obrigado a escutar o desnecessário.

Ouço muitas vozes dentro de mim, mas dou atenção apenas as que hoje enxergo como essenciais.

Sim, é muito bom falar menos e dessa maneira observo mais e compreendo melhor ainda.

Apesar de dominar razoavelmente as palavras, sempre me vi em dificuldades quando necessitava expressar meus sentimentos e pontos de vista.

Sou, na verdade, um aleijado emocional daqueles que com nuances avantajadas de humor, afasta na depressão e agrega na euforia.

Hoje luto para largar minhas muletas e andar por mim mesmo.

Por dentro do casco da tartaruga tem muito escondido até de mim mesmo, coisas que nem eu mesmo sabia que tinha guardado em mim.

 

Como Pessoa, sou muitos em um, sou um ser uno multiplicado por vários.

Na verdade, se eu for analisar de forma aprofundada, todos somos assim, talvez pelas poucas certezas que temos e pelas muitas dúvidas que carregamos.

Uns se negam, outros se escondem e ainda tem alguns que nem sabem o que existe dentro de si.

O equilíbrio nas ações destes personagens que incorporamos passa a ser o desafio que algumas pessoas, como eu, leva consigo.

Domar o ímpeto voraz ou atear fogo no acomodamento?

 


Comente, fale algo, discorde se quiser e compartilhe!

 

Fabio Pires é o cara risonho da foto. Eu sou quem assina boa parte dos textos aqui publicados e quem escolhe os assinados por outros escritores. Sou carioca, tenho um livro publicado e vários outros na cabeça, sou baixista de rock, ranzinza, ácido, formado em Letras, graduado em filosofia de botequim, escrevo poesia, mas não me acho poeta e desde 1976 venho tentando fazer a coisa certa, mesmo sem saber muito bem diferenciar o certo do errado.

Fabio Pires
ADMINISTRATOR
PROFILE

Posts Carousel

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

Latest Posts

Top Authors

Most Commented

Featured Videos

Fabio Pires é o cara risonho da foto. Eu sou quem assina boa parte dos textos aqui publicados e quem escolhe os assinados por outros escritores. Sou carioca, tenho um livro publicado e vários outros na cabeça, sou baixista de rock, ranzinza, ácido, formado em Letras, graduado em filosofia de botequim, escrevo poesia, mas não me acho poeta e desde 1976 venho tentando fazer a coisa certa, mesmo sem saber muito bem diferenciar o certo do errado.