728 x 90
Tempo de Leitura: 2 minutos



Postagens do Autor

  • Ou dá ou desce ou A imperceptível felicidade nula

    Ou dá ou desce ou A imperceptível felicidade nula

    Sem nenhuma paciência e sem tempo a perder, Percebo a felicidade sempre perseguida, Mas pouco sentida e identificada.   Eu queria apenas sentir uma brisa de felicidade Ou que pelo menos tivesse um mapa. E que também soubesse emudecer sem me retalhar, Apaziguar sem me contorcer e finalmente achar aquilo que chamam de meio-termo.  

    LEIA MAIS
  • Bússola ou Deixa a vida me levar

    Bússola ou Deixa a vida me levar

    Deixa a vida me levar…  Não mesmo!   Quem me conhece sabe que não curto muito música popular, mas este refrão em especial me incomoda sempre que o ouço. Sei que não posso controlar tudo ao meu redor (alguns chamam de VIDA) e que muitas vezes somos levados para caminhos que não escolhemos. Sim, eu

    LEIA MAIS
  • Um copo de veneno sem gelo, por favor

    Um copo de veneno sem gelo, por favor

    Gosto de passear pela poesia quando não quero me explicar e Deixar a interpretação na conta do leitor. Ele que faça seu próprio sentido e tomem seu próprio veneno.   Deleitando-se com um copo de seu melhor veneno Que derrama, escorre e mancha sua única blusa E sistematicamente espalha seu amor artificial pelo corpo. Espreita-se

    LEIA MAIS
  • Conselhos a um recém-nascido

    Conselhos a um recém-nascido

    Se um recém-nascido (claro que hipoteticamente) pudesse receber algum conselho seu, Qual seria?   Quando se olha para trás e se identifica erros e acertos designamos esse ato com uma palavra: Experiência. E, dessa maneira, nunca paramos de agregar conhecimento para daí assim procurarmos por erros novos e fazermos a roda girar (menos os terraplanistas, claro).

    LEIA MAIS
  • Reunião de condomínio é aquele momento

    Reunião de condomínio é aquele momento

    Música sugerida para leitura: Second Come – Run Run.   Quem nunca fugiu de reunião de condomínio?   Só quem mora ou já morou em apartamento sabe do que se trata. Cheguei de mansinho, no meio de alguma discussão que parecia antiga e tentei delicadamente não arrastar a cadeira enferrujada de uma marca de cerveja

    LEIA MAIS
  • Inevitável não pensar nisso

    Inevitável não pensar nisso

    Inevitável não pensar em como somos frágeis.   A vida nos parece colagens que em retalhos e no espanto nos deixa partir, sem glamour, sem condolências ou leitura de testamento. Um dia aqui, em outro mal sabemos se o corpo e a consciência se separaram. Isso sem falar na alma, que caso exista. Quem fica

    LEIA MAIS