Biscoito água e sal
Croniquetas e Papo furado

Biscoito água e sal

Tempo de leitura: < 1 minuto
Casais costumam produzir diálogos non-sense que normalmente aparecem nos intervalos de filmes ou nos momentos de quase sono e muitas vezes me parecem tão sem sentido quanto comer biscoito água e sal

 

-E quando eu morrer você vai chorar?

-Chorar pra quê? Vai te trazer de volta se eu fizer isso?

Ah, mais para mostrar que vai sentir minha falta…

-Mas mostrar para quem?

-Para todo mundo, oras…

-Para quê se meu sentimento só cabe a mim?

-Ah, não sei, provavelmente porque todos chorem em funerais?

-Minha mãe vivia me dizendo que eu não sou todo mundo e outra coisa, quem garante que eu não vá antes de você?

– Não diga uma coisa dessas, homem!

– Tá bom, se você prefere assim…

-Você vai dar uma festa e  arranjar uma sirigaita!

-Ahn??? Mas por que diabos estamos discutindo sobre algo que nem aconteceu?

-Você é muito insensível mesmo, Adolfo…

-???

 

Foto por Free Range Stock.

Comente, deixe sua opinião e compartilhe!

 

Facebook Comments

Posts Relacionados

Se você não aprender a dizer não, a vida dirá não ... Quantas vezes você disse sim querendo dizer não?   Não precisa responder agora, mas acredito que muitas vezes. Eu posso responder por mim q...
Dia dos Pais O que escrever sobre o dia dos pais sem parecer clichê? E isso em mais uma data comercialmente clichê... Não sou pai e na minha memória nunca ...

Fabio Pires é o cara risonho da foto. Eu sou quem assina boa parte dos textos aqui publicados e quem escolhe os assinados por outros escritores. Sou carioca, tenho um livro publicado e vários outros na cabeça, sou baixista de rock, ranzinza, ácido, formado em Letras, graduado em filosofia de botequim, escrevo poesia, mas não me acho poeta e desde 1976 venho tentando fazer a coisa certa, mesmo sem saber muito bem diferenciar o certo do errado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.