Bússola

Bússola ou Deixa a vida me levar

 

Deixa a vida me levar… 
Não mesmo!

 

Quem me conhece sabe que não curto muito música popular, mas este refrão em especial me incomoda sempre que o ouço.
Sei que não posso controlar tudo ao meu redor (alguns chamam de VIDA) e que muitas vezes somos levados para caminhos que não escolhemos.
Sim, eu sei que nunca terei este poder.  
Mas ao menos tento exercer meu direito de escolher meus próprios caminhos.
De direcionar o que eu quero e para onde quero ir.
Certo? Errado? Não saberei também.
Tenho procurado nos últimos cinco anos pela palavra “EQUILÍBRIO”.
Afinal nunca deixar de ser quem eu sou mas abrir espaço para acrescer e posteriormente crescer e ainda assim conseguir me identificar nas minhas fotos.

 

 

A essência natural e as influências externas que me fazem ser quem sou + quem eu quero ser.
E nesse somatório ser o melhor que eu puder ser. 
E com estas escolhas feitas segui-las até chegar ao que quero.
E com elas amenizar o vazio que sentimos de tempos em tempos e talvez nos passe uma leve sensação de poder. 
Não me acostumo com a ideia de terceirizar minhas escolhas ou deixar para a sorte a desculpa por algum possível fracasso. 
Lógico que esta escolha é minha e você não precisa concordar. Talvez a leveza que o refrão passa seja suficiente para quem lê este texto. E eu respeito este ponto de vista, afinal cada um sabe o peso que carrega e quanto mais deseja carregar. Ainda assim procuro meus caminhos e tento pavimentá-los.

 

Deixa a vida me levar? 
De maneira alguma. Eu prefiro agregar tudo que a VIDA me der de acordo com as MINHAS ESCOLHAS.
Essa responsabilidade é minha.
E a sua é sua. Apenas sua.
Cada um com sua bússola. Apontando para onde quiser ir.
Porque para quem não sabe aonde ir qualquer caminho serve. 
 

Leia este também!
Opinião emitida – FORA DO PICADEIRO

Opinião emitida


 

Comente, deixe sua opinião e compartilhe!

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.