728 x 90
Tempo de Leitura: 2 minutos



  • O hábito de fingir saber tudo

    O hábito de fingir saber tudo

    O péssimo hábito de julgar sem analisar qualquer fato talvez seja uma das nossas características mais irritantes nos dias de hoje. A acessibilidade oferecida pelas mídias sociais nos disponibilizou a quase obrigação de que todos tenham em emitir opinião sobre tudo e sobre qualquer assunto. E nós acreditamos nisso. Quase que narcisisticamente temos pressa em demonstrar

    LEIA MAIS
  • Não tenho provas, mas tenho convicções

    Não tenho provas, mas tenho convicções

    Não tenho provas, mas tenho convicções.   O sujeito bate na tecla de “provas” e chega na hora em frente a jornalistas escolhidos por ele e que sequer podiam fazer perguntas me apresenta convicção? Nem um powerpointzinho tipo aquele tosco do Deltan Dallagnol? Me parece que alguém já sabe que vai perder em 2022 e

    LEIA MAIS
  • Todas as perguntas que me rodeiam no momento

    Todas as perguntas que me rodeiam no momento

    E se perguntas que parecem simples tivessem alguma resposta? E se todas as perguntas que me rodeiam tivessem uma resposta imediata? Você certamente já se viu cercado de perguntas que necessitariam de um esforço gigantesco de imaginação para chegar a uma única resposta ou a uma possibilidade de compreensão sobre como seria esta realidade criada

    LEIA MAIS
  • Um dia qualquer de trabalho

    Um dia qualquer de trabalho

    No trabalho. Me vi submerso em pensamentos desconexos em um dia qualquer de trabalho…   Cara, que vontade absurda de chorar e de molhar estas folhas não apenas com lágrimas minhas. E não saberia neste momento definir alguma razão. Fosse lógica ou absurda. Incoerente ou irracional. Apenas sinto. Na calma e na tranquilidade do meu ambiente

    LEIA MAIS
  • Para manter a sanidade em tempos bolsonaristas por Xico Sá

    Para manter a sanidade em tempos bolsonaristas por Xico Sá

    Desligue um pouco as redes sociais e vá ler um livro ou veja uma ficção televisiva   O desafio, o grande épico, é manter a sanidade. Até voltar a respirar de novo. Nada fácil. Como segurar a mente quieta ao saber, por exemplo, que tem propina até nas negociatas de compra de vacina no governo

    LEIA MAIS
  • Desce um café russo, por favor!

    Desce um café russo, por favor!

    Me recuso a passar minha sexta-feira trazendo a vocês todas as piadas escatológicas que vi e ouvi sobre a merda do presidente de merda. Não farei isso. Estou em outro patamar evolutivo. Um mini Buda com a cara do Yoda.   Também evitarei ao máximo falar sobre a boiada que passou ontem no Congresso com

    LEIA MAIS