Sinto saudade sinto

Sinto saudade sinto

Do cafuné. Sinto falta das sessões de filmes na TV aos domingos de tarde. Com pipoca, lógico. Falo daquele cafuné que nem se sente quando acaba porque você cochilou antes. Sinto falta de avaliar uma lingerie recém comprada para alguma ocasião especial e de tira-la mentalmente seguidas vezes. Do cheiro de sexo que se entranhava…

Chuva de gafanhotos

Chuva de gafanhotos

Me acho no meio de uma chuva de gafanhotos Em que não posso abrir os olhos ou mesmo espiar. Só sei que aqui estou e ainda assim consegui achar a maçaneta. Há tempos que aqui não habito Que não entendo porque aqui ainda estou. E mesmo depois de tantas despedidas Em que o aceno saia…

Infelizes pelo resto do tempo

Infelizes pelo resto do tempo

Há muito tempo que não se lembrava dela. Nem mesmo uma mórbida curiosidade tinha. Esquecido? Talvez. Até aquele momento. Memórias quase extintas apareceram por alguns momentos do nada. Realmente do nada e sem um motivo qualquer ou mesmo uma dica.   Típico de dias monótonos e corriqueiros. Dias irrelevantes levam a pensamentos desnecessários e num…

Desvairando em desvarios de um desvairado

Desvairando em desvarios de um desvairado

Tem momentos que não acho meu caminho. Um caminho apenas. Qualquer caminho. Procuro explicações definitivas em letras de músicas de outras épocas. Apenas por capricho.   Tem momentos que não acho minha razão. Uma razão apenas. Qualquer razão. Procuro por teorias complexas em receitas vencidas de endocrinologistas. Apenas para tentar satisfazer um ego que já…

Me fingindo de morto

Me fingindo de morto

Me fingindo de morto sou menos incomodado. Me fingindo de morto desistem logo de mim. Me fingindo de morto ganho meu biscoito e fico na minha.   Minhas opiniões desistiram de mim e agora me sinto confortável com as dúvidas que decidiram ficar. E isso vai de encontro a tudo que tentaram me empurrar goela…

Autossabotagem

Autossabotagem

 O que te impede de ser seu próprio super herói?   O que não o deixa chegar ao seu destino? Ou mesmo a sair do seu quarto? Há algo mais forte que o seu querer? O que o impede de enxergar seus sonhos como objetivos? O que o distrai deles? Ou mesmo o desencoraja neles?…

O fim e o começo

O fim e o começo

Lutar em paz e ser minha própria contradição. Se eu aceito um “não” como resposta, o “sim” se manterá mais distante. Carrego meu mal desde a raiz e enquanto meu silêncio faz mais estragos. Com tantos livros para ler, perco tempo no trânsito. O mesmo tempo que me encosta na parede, enquanto meu corpo murcha. Respiro,…

Freud embaixo da cama

Freud embaixo da cama

Certa vez me perguntaram: Quem é você? E eu não soube responder. Nem sequer esbocei uma resposta curta. Fiquei com receio de achar uma das inúmeras respostas. De tentar procurar. Ou talvez até de achar. Medo de me entender e aí sim de me perder de novo. E de vez. Medo de achar Freud embaixo…

De cortinas fechadas

De cortinas fechadas

Hoje senti um arrepio na espinha e um aperto no peito sem razão. Daqueles que indicam urgentemente uma mudança E uma direção diferente da usual. Uma vontade incontrolável de parar o relógio E evitar a nostalgia. Um desejo profundo e antigo de viajar sem destino, sem passaporte E sem a preocupação da volta. Uma ânsia…

1234