728 x 90
Tempo de Leitura: 3 minutos

Conselhos a um recém-nascido

Conselhos a um recém-nascido

Se um recém-nascido (claro que hipoteticamente) pudesse receber algum conselho seu, Qual seria? Ou Quais seriam? Quando se olha para trás e se identifica erros e acertos designamos esse ato com uma palavra: Experiência. E, dessa maneira, em tese, nunca paramos de agregar conhecimento para assim procurarmos por erros novos e fazermos a roda girar

Tempo de Leitura: 3 minutos

Se um recém-nascido (claro que hipoteticamente) pudesse receber algum conselho seu,
Qual seria? Ou Quais seriam?

Quando se olha para trás e se identifica erros e acertos designamos esse ato com uma palavra: Experiência.
E, dessa maneira, em tese, nunca paramos de agregar conhecimento para assim procurarmos por erros novos e fazermos a roda girar (menos os terraplanistas, claro).
Assim baseado no pouco que vivi, mas do que venho pretando atenção decidi colocar em linhas alguas ideias.
São ideias do que faria diferente ou que por observar em outros pude fazer diferente.
Nada aqui é regra, que é outro ensinamento que tive com o tempo.

 

Desista da ideia de querer ser adulto antes da hora.

É a maior burrada que quase nós todos cometemos. Vai por mim, bate um arrependimento gigantesco quando você se dá conta.

Brinque muito. Corra (quando aprender), sorria e se sinta realmente livre. Esta é uma das vantagens em ser criança e dificilmente vai sentir essa sensação de novo quando crescer.

Pergunte. Não somente quando criança, mas principalmente na vida adulta. Não há melhor método de aprendizado. 

Ouça sempre, discorde quando tiver algum argumento sólido, raciocine antes de falar e reclame sempre que achar necessário. 

A Terra é redonda. Se alguém falar algo diferente disso mande pesquisar por Aristóteles ou Fernão de Magalhães.

Chore mesmo. Como recém-nascido nem precisava falar sobre isso, mas não custa lembrar: Sempre que sentir vontade chore, já que mais tarde você vai ter mais motivos ainda pra chorar e vão tentar colocar na sua cabeça que desabafar assim é sinal de fraqueza. Não é.

Seja os seus sonhos e ignore quando alguém falar que não vai dar certo, afinal só quem tenta sabe. E a frustração de não ter tentado perdura por toda a vida.

Sorria, gargalhe e mostre os dentes. Com o passar do tempo acabamos nos esquecendo disso e engavetamos esse hábito.

Não ache que você precisa definir sua vida cedo. Sempre é tempo de mudar. Você sempre poderá mudar e se reinventar, mesmo que alguém lhe diga que não.

Quando você for mais velho e se interessar por alguém (isso vai acontecer) diga e demonstre.  Não há nada a perder. Vai fundo.

conselhos a um recém nascido

Se afaste de quem não seja uma companhia positiva.

Saiba desde cedo a diferenciar amigos de colegas que com o passar do tempo esse discernimento faz uma enorme diferença. Como identificar? Amizade aparece ao natural, sem forçar nada.

Viva, no sentido próprio da palavra. Não deixe para depois, pois pode não haver depois.

Ouça seus pais, mas não deixe que os medos deles mexam com seus sonhos. Isso vai te poupar uma boa grana de terapia e quilos de frustração.

Durma o quanto puder, já que mais tarde vai faltar tempo até para isso.

A Lei do retorno é implacável e se tentar brigar com ela vai ser pior. É pior que apanhar de irmão mais velho.

Fuja da rotina. Que normalmente te engole, faz esquecer de quem você poderia ter sido e te mantém distante de experiências e pessoas que podem agregar algo a sua vida.

Relaxe! Ficar insatisfeito é o estado natural dos humanos. Sempre queremos o que não temos e ignoramos o que já possuímos. 

Faça aquilo que ama o máximo possível, eu já falei, sempre pode ser a última vez.

E todos estes conselhos servem para vida. E a vida em si (ou às vezes) pode ser uma merda, ou não.
Mas é a que temos e você vai se acostumar. Aproveite.


Nos siga também no Facebook e no Instagram!

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Sugestões de Leitura

Vale a Leitura!

Descomplica pós