me levem ao seu líder

Me levem ao seu líder!

 

Já imaginaram a loucura de um
extraterrestre desembarcar por aqui e solicitar:
Me levem ao seu líder!

 

Se instala um corre-corre da porra na cidade! Ninguém acha o prefeito!
Ele estava viajando ou se escondendo dos alienígenas assim como faz do carnaval todo ano?
Assim que os políticos locais o acham percebem que ele está carregado de crucifixos pendurados no pescoço, bíblias de todos os tamanhos nas mãos e uns patuás, afinal nesta hora de desespero não importa de onde venha a proteção, né? 
Temos este representante aqui que é o prefeito da cidade do Rio de Janeiro…
O porta-voz dos alienígenas seguindo o carioquês recorrente retruca:

 

“Perae, meu irmão! Não é este o prefeito que vive viajando? Que foi citado na Lava-jato? Que não estava aqui na última enchente? E além disso de cara aumentou o IPTU?”

 

Os políticos de plantão perceberam que o  ET estava inteirado das falcatruas do nosso líder local e sem pensar duas vezes tiraram o governador que estava embaixo da mesa de trabalho desde que soube da chegada da esquadra de outro planeta.
Na base do “vai, porra!” nosso sasquatch estadual se apresentou e assim que chegou os alienígenas nem o deixaram abrir a boca.

 

 “Vocês estão de sacanagem? Esse também foi citado em esquemas de propina e era o vice daquele outro governador que vocês prenderam! Como que este não sabia de nada?”

 

Continuou o porta-voz:

 

Falei líder! Aquele que serve de exemplo, aquele que tem autoridade para comandar a população, aquele que consegue influenciar sobre o  pensamento e o comportamento da maioria, aquele que respeite e reconheça as várias etnias de seu povo, aquele que trate a população com igualdade!” 

 

Sem nenhuma paciência então disse:

 

“Me levem ao seu líder! E não me venham com aquele morto-vivo que fica em Brasília!”

 

Os políticos se entreolharam, gargalharam e foram exterminados sem pestanejar pelo já impaciente extraterrestre que finalmente compreendeu que não existia liderança positiva neste lugar.
Desistiu definitivamente de manter contato com seres tanto por aprender e avançar.
Ele nem conseguia entender como a população ainda não tinha se rebelado contra os desmandos daqueles que supostamente os comandavam.

 

Voltaram para seu planeta certos de que aqui há pouca vida inteligente.
Ou nenhuma.

 

Arte por: Ivan Cabral.
 

Veja este aqui também!
O caminho da felicidade – FORA DO PICADEIRO

O caminho da felicidade


 

Gostou? Então comente, deixe sua opinião e compartilhe!

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.