O que esperar do futuro
Croniquetas e Papo furado

O que esperar do futuro?

Tempo de leitura: < 1 minuto
O que esperar do futuro?
Não há uma pessoa que não se ocupe em determinado momento com o amanhã
E agora que eu falei você deve estar pensando mais ainda

 

O que esperar do futuro?

Que simplesmente respeitemos as opções que sejam diferentes das nossas?

Que não precisemos discutir ditaduras, misoginias e preconceitos?

E que aí possamos cada um tomar conta de si?

 

O que esperar do futuro?

Esperar que a distância e o tempo curem?

Ou que o divã te determine um caminho?

A dúvida entre terceirizar as soluções ou assumi-las?

 

O que esperar do futuro?

Fingir que nada disso acontece, aconteceu ou acontecerá?

Que eu consiga enxergar algo com meus próprios olhos?

Achar algumas respostas escondidas em letras de músicas?

 

O que esperar do futuro?

Mas o que você faz de verdade por um amanhã melhor?

Ou vai esperar bovinamente que este dia chegue com a velhice?

E o que devo esperar quando já não espero mais nada?

 

O que esperar do futuro?

Quando você acorda às 6 da manhã, legendando emoções e sentimentos?

E enfrenta o transporte público ao lado de outros tantos como você

Fica desolado quando recebe o contracheque?

Você se culpa por algo não feito?

Você se culpa por algo feito?

E se incomoda por planejar seus atos para toda segunda-feira?

E me diga sinceramente que futuro pode ser almejado sem o agora?

 

Foto por Free images


Comente, deixe sua opinião e compartilhe!

 

Facebook Comments

Posts Relacionados

Na maioria das vezes, somos criticados por quem es... Raramente seremos criticados por quem estiver fazendo mais do que nós, Mas sim por quem estiver fazendo menos.   O que mais fazem é julgar....
Como é viver com depressão crônica, segundo este r... Minha depressão é uma parte da minha vida Que eu tenho que administrar continuamente.   Observação: Este texto discute questões e e...

Fabio Pires é o cara risonho da foto. Eu sou quem assina boa parte dos textos aqui publicados e quem escolhe os assinados por outros escritores. Sou carioca, tenho um livro publicado e vários outros na cabeça, sou baixista de rock, ranzinza, ácido, formado em Letras, graduado em filosofia de botequim, escrevo poesia, mas não me acho poeta e desde 1976 venho tentando fazer a coisa certa, mesmo sem saber muito bem diferenciar o certo do errado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.