728 x 90
Tempo de Leitura: 2 minutos



  • Natal: nascimento do maior defensor dos direitos humanos por Kenner Terra

    Natal: nascimento do maior defensor dos direitos humanos por Kenner Terra

    De repente, como narra o evangelista Lucas, na penumbra comum das noites do campo, enquanto pastores davam conta dos afazeres cotidianos, o céu poetizou boas-novas: “Não temas”, disse-lhes o anjo, “trago alegria sem fronteiras, porque das memórias da pequena cidade de Davi vem o menino-Cristo, o bebê-salvador” (Lucas 2).   Espantosamente, os sinais de sua

    LEIA MAIS
  • Show do Pearl Jam em um domingo qualquer em 2011

    Show do Pearl Jam em um domingo qualquer em 2011

    Rio de Janeiro, algum domingo de 2011.   Eu estive no segundo show do Pearl Jam no Rio de Janeiro. E sabedor do turbilhão de emoções pelo qual atravessaria durante a apresentação, entendia que memórias de quem me ensinou a gostar da banda viriam à tona e lógico que sabia que em algumas músicas passariam alguns

    LEIA MAIS
  • Estar é o novo ser

    Estar é o novo ser

    Música para aproveitar a leitura: “Why Does My Heart Feel So Bad” – Moby   O ano é 2020. E nenhum de nós ainda realmente se deu conta disso.    Claro que, em uma instância lógica, qualquer pessoa de desenvolvimento típico sabe que estamos em 2020. Acho. Mas não é esse o sentimento. Alguns de nós

    LEIA MAIS
  • Exaustão emocional é muito pior que cansaço físico

    Exaustão emocional é muito pior que cansaço físico

    A vida nunca foi fácil, mas parece que, ultimamente, As coisas pioraram bastante.   Existem mais pessoas, mais lugares, mais histórias tendo que conviver juntas, mas as relações compassadamente se fragilizam. Há mais estresse, mais horas de trabalho e isso tudo acaba exaurindo as energias de qualquer um. A vida moderna nos obriga a passar

    LEIA MAIS
  • Uma pessoa ruim nunca será um bom profissional por Raquel Brito

    Uma pessoa ruim nunca será um bom profissional por Raquel Brito

    “Uma pessoa ruim nunca será um bom profissional”, Afirmou o pai das inteligências múltiplas, Howard Gardner.   Essa entrevista trouxe reflexões muito interessantes e, com isso, nos deu a possibilidade de amadurecer uma ideia que é o reflexo de uma verdade arrasadora. Somente as pessoas boas podem vir a ser excelentes profissionais. As pessoas ruins, por

    LEIA MAIS
  • Não nascemos ignorantes, aprendemos a ser ignorantes

    Não nascemos ignorantes, aprendemos a ser ignorantes

    Nós sempre pensamos que ignorar é um verbo passivo. Ignorância é a falta de conhecimento, um estado de desinformação ou falta de compreensão.   Portanto, qualificamos uma pessoa como “ignorante” quando ela não sabe ou não entende alguma coisa. Esse caráter passivo implica que, de certa forma, essa pessoa não é responsável por sua ignorância,

    LEIA MAIS