Você é comunista!

Você é comunista!

Tempo de leitura: 3 minutos
-Oi meu sobrinho! Eu não sabia que você era comunista, me desculpe…
– Hum?

 

E assim fui respondido por pedir que uma parente não me mandasse mais vídeos de campanha de determinado pré-candidato.

Pré-candidato este que aliás nem deveria fazer campanha neste período e muito menos fazendo uso de cotas de passagens como parlamentar.

E ainda assim é visto pelos seus seguidores como ilibado e paladino da honestidade.

Alguns o chamam de “mito”, o que não deixa de ser verdade e talvez explicasse como um político ser deputado por 27 anos e em nada acrescentar ou servir a aqueles que o elegeram.

Só um mito pra enganar tantos trouxas por tanto tempo.

Porém não acredito que exista alguém que mereça esta alcunha.

Muito menos na política.

 

Antes que me julguem eu renego qualquer material deste inútil, afinal depois de assistir a muitas entrevistas em vários canais diferentes, pelo “singelo” fato dele pregar a discriminação, o ódio e a segregação, ser misógino, racista e desconhecer que quando se governa teoricamente se governa para TODOS, não apenas para sua casta.

Como olharia para minha mãe, mulher ou irmã se eu dissesse que votaria em um candidato que determina pela beleza quem deva ser estuprada (!) ou não? 

Ou que sequer cogite esta insanidade?

 

E assim me teletransportei para um período que não vivi como adulto em que as calças bocas de sino e as costeletas protuberantes ditavam a regra de moda masculina e as mulheres ocupavam um papel coadjuvante na maioria dos segmentos.

E mesmo que distante da minha atual realidade me faz raciocinar e me questionar:

Não deveríamos estar em processo de evolução?

Em 2018 ainda tem uma boa parcela da população que defende o direito de não ter direito?

Involução, é isso?.

 

Também li desta mesma pessoa:

“Hoje , graças a Deus, não somos mais manipulados pela mídia conservadora que nos mantinham em um curral…”

 

Dei risadas e consequentemente tentei entender em que nível de cegueira estamos, afinal curral ainda todos estamos e pelo visto nunca sairemos.

E ainda questionei ela citar Deus.

Ele, caso exista, talvez esteja envergonhado de ter criado tantos seres com telencéfalo (supostamente) altamente desenvolvido que no entanto não tenham em nada entendido o que o filho dele tentou ensinar…

 

Já ser chamado de comunista… Essa nem eu sabia!

Mas com boa vontade eu entendo.

Há uma necessidade de nos rotularmos de maneira impensada e sem o mínimo de discernimento, talvez para facilitar a identificação de quem pense igual e diferente e como consequência, tal como no futebol, nos enxergamos num eterno “eles” contra “nós”.

Porém política não é futebol. 

Consigo enxergar um ponto positivo nisso tudo:

Afinal hoje a maioria da população “descobriu” a política e consequentemente tenta entender todos os caminhos tomados na distante Brasília.

 

Só que o brasileiro tem pressa e preguiça. E ao mesmo tempo!

Pressa em determinar culpados e preguiça de ler nas entrelinhas. 

Pressa em achar um messias (sim, com letra minúscula) para depositar suas esperanças e preguiça em entender que uma pessoa só não muda uma estrutura, uma cultura e muito menos um país.

Pressa em julgar e distribuir as camisas entre os dois times que julgam existir, o meu que é o certo e o deles que além de errado agora é inimigo e preguiça em raciocinar que toda mudança começa de dentro de cada um em pequenos atos.

Pressa em terceirizar suas responsabilidades e preguiça em entender que não existe classe política pilantra, corrupta e desonesta com um povo íntegro, impoluto e honesto. 

 

Eles são espelho do que somos.

 

Por enxergar a política desta maneira posso ser “condenado” ou tachado como comunista?

Ah! E a propósito, quer saber o que é um comunista de acordo com o dicionário?

 

Comunista

adjetivo de dois gêneros

relativo ao comunismo, em qualquer de seus aspectos.

POL

partidário ou simpatizante do comunismo, ou ainda membro de um partido ou movimento comunista.

POL

p.ext. pej.partidário da destruição da ordem capitalista por meios violentos, adepto do esquerdismo, da subversão; esquerdista, subversivo.

 

E agora me deem licença que vou almoçar umas criancinhas…

 

Foto por Ryan Arestegui em Free images.

O que você acha?

 

Facebook Comments

Posts Relacionados

Sobre a responsabilidade de manter a lucidez em mu... Há um ditado que diz que a arte imita a vida.   Entretanto, por vezes acontece o contrário: a vida imita a arte e um dos exemplos que confirma...
O sofrimento lapida a arte Críticas são sempre bem vindas, gosto de saber se o que escrevo faz algum sentido para alguém em algum momento e em algum lugar   Entender se ...

Fabio Pires é o cara risonho da foto. Eu sou quem assina boa parte dos textos aqui publicados e quem escolhe os assinados por outros escritores. Sou carioca, tenho um livro publicado e vários outros na cabeça, sou baixista da banda de rock Diabo Verde, ranzinza, ácido, formado em Letras, graduado em filosofia de botequim, escrevo poesia, mas não me acho poeta e desde 1976 venho tentando fazer a coisa certa, mesmo sem saber muito bem diferenciar o certo do errado.